Ir direto para o conteúdo

Deserto do Atacama: como chegar.

Com a proximidade dos feriados de fim-de-ano e milhas a expirar na Tam, começamos a planejar nossa próxima viagem. Como não estávamos muito a fim de perder horas e horas dentro de um avião, optamos por viajar para o Chile. O Vini já conhecia Santiago, Valparaíso e Pucón, onde escalou o Villarica em 2006. Eu não tinha viajado para o país ainda, então qualquer lado, norte, sul, ou Ilha  de Páscoa seria novidade.

Elegemos dois finalistas: Ilha de Páscoa e Atacama. Após muitas pesquisas, acabamos optando pelo Atacama mesmo. Mais ou menos na mesma época um post no Viaje na Viagem caiu do céu: dicas para comprar passagens mais baratas no Chile. Seguimos o conselho de comprar a passagem por email com a Sky Airline, mas o preço mais promocional não rolou. A taxa para estrangeiros era maior do que a taxa para chilenos, ainda assim era bem mais barata do que a Lan. Quando chegamos no aeroporto de Calama (que é a porta de entrada para San Pedro de Atacama), descobrimos uma terceira companhia aérea que voa para lá: a PAL Airlines.

Comparando os preços para março/2010, a vencedora em economia é a PAL. Já em qualidade só podemos falar da Sky, cujos aviões são bem antigos. Até o cinto de segurança é daquele tipo que não se vê mais por aí. Mas foi tão pontual que chegou antes do tempo marcado, cumpriu honestamente o serviço e foi econômico (mas esqueceram de nos avisar que o voo de retorno tinha uma escala).

Para quem tem tempo de sobra e não quer gastar muito, a empresa de ônibus regular que vai para Calama é a TurBus. A viagem é longa, aproximadamente 1.500km. Há uma outra opção mais interessante que é o Pachamama, um ônibus do tipo “hop on-hop off” que faz vários destinos pelo Sul e Norte do Chile.

Alguns aventureiros encaram a rota de carro mesmo, nós encontramos um casal de brasileiros que viajou do Paraná até o Atacama. Obviamente eles tinham um carro adequado para isso.

Resumindo, o melhor modo de ir para o Atacama é de avião mesmo, principalmente se você tem pouco tempo para viajar. O aeroporto fica em Calama e você precisará ainda fazer um transfer para San Pedro de Atacama, que é a base para todos os passeios pelo deserto. O transfer custou 16 mil pesos para o casal. Não pesquisamos outros meios de ir até a cidade, contratamos o serviço oferecido pelo hotel mesmo.

O tempo ideal de estadia para conhecer o Atacama é de 4 a 5 dias. Menos é perda de tempo, afinal você não terá se deslocado até lá  para dar só uma passadinha, certo? Se tiver pouco tempo, deixe o Atacama para uma outra oportunidade.

p.s. Para quem estiver se perguntando se vale a pena conhecer Calama, na época das minhas pesquisas, li que não vale a pena, pois a cidade tem como atrativo apenas as minas e um tour para conhecê-las. A menos que você tenha muita curiosidade em conhecer, senão, siga direto para San Pedro.

19 comentários

  1. Comentário do dia 17/1/2010 às 12:03

    Olá, queria saber em que hotel vcs ficaram.
    Nós vamos em agosto para lua de mel, a Santiago. Estava pensando em tirar dois dias apenas para o Atacama, mas vc disse aqui que não vale a pena né?
    De qq modo, me indica o hotel, por favor?
    Obrigada

  2. Priscila (Inquietos)
    Comentário do dia 17/1/2010 às 12:42

    Jackeline, nós ficamos no Poblado de Kimal, que foi recém-inaugurado. Pertence ao mesmo dono do Kimal (inclusive um hotel fica em frente ao outro). O Kimal tem site, já o Poblado ainda não. Mas são praticamente iguais, mesmo serviço, mesma qualidade.

    Sobre ficar apenas 2 dias, se vc for bem planejada, com os tours já reservados, dá pra fazer sim. Mas será bem cansativo. Dá uma olhada no outro post que fiz sobre os tours, pois tem inclusive os horários para vc se planejar. E eu não abriria mão dos Geysers e Lagunas Altiplanicas.

  3. mairinhanomundodalua
    Comentário do dia 18/1/2010 às 15:17

    Lindas as fotos dos posts até agora! Quando fui ao Chile nem pensei em outras opções e me mandei pra Ilha de Páscoa, que recomendo muito para uma próxima viagem.

    beijos

  4. Comentário do dia 23/1/2010 às 14:34

    Obrigada Priscila. Ainda não temos o total de dias que ficaremos em lua de mel. Quero ver se consigo aumentar pra 10 e assim podemos ir com calma ao Atacama.
    beijinhos,

  5. Adriana
    Comentário do dia 03/2/2010 às 13:23

    Olá pessoal,
    faz 2 semanas que voltei do Atacama, quem quiser algumas dicas estarei à disposição.
    Lá é incrível!
    Abraços.

  6. Ana Carolina
    Comentário do dia 24/7/2010 às 03:54

    Parabéns pelo blog, os posts estão excelentes e tem ajudado muito na minha pesquisa sobre o Atacama.
    Irei em agosto e queria acrescentar uma dica: emiti com milhas Tam direto o trecho Brasil-Calama (10.000 cada trecho). Para quem não faz questão de parar em Santiago pode ser um bom negócio.

  7. Priscila (Inquietos)
    Comentário do dia 24/7/2010 às 12:16

    Pode ser um excelente negócio, Ana! Valeu pela dica. Abs.

  8. Wender Couto
    Comentário do dia 05/10/2010 às 06:10

    Estou programando uma viagem para o chile qual a melhor época? Quero conhecer o Atacama, como chegar lá?

  9. Priscila
    Comentário do dia 06/10/2010 às 14:05

    Já vi recomendações de Setembro a Novembro ou Março e Abril. Mas nós fomos em janeiro e estava perfeito, lá não chove, então não tem muito isso de época.
    Sobre “como” chegar é exatamente o texto desse post, basta ler novamente e você terá todas as informações necessárias.

  10. ANDRÉ DANTAS
    Comentário do dia 10/11/2010 às 08:52

    Priscila, o Hotel Poblado Kimal é bem localizado? Camas boas? Limpo? Poderia comentar mais do hotel? obrigado!!!

  11. Priscila
    Comentário do dia 10/11/2010 às 22:13

    André, dá uma olhada nesse post: http://inquietosblog.com.br/america-do-sul/chile/atacama-chile/atacama-onde-se-hospedar

    Sim, é tudo muito limpo, ótimas camas.

  12. Roberto
    Comentário do dia 03/12/2010 às 16:04

    Adriana, vejo que vc passou Reveillon em Atacama, me dê algumas dicas, estamos eu e minha esposa indo para la dia 30/12. OBRIGADO

  13. vinicius
    Comentário do dia 03/12/2010 às 16:37
  14. Cristiane Camargo
    Comentário do dia 01/7/2012 às 11:32

    Adorei sua pagina, sou casada 30 anos e adoramos viajar, nosso proximo destino sera o Atacama, mas estou preocupada se os passeios exigem esforco fisico para conhecer os principais passeios.Meu marido 56 anos passou por uma cirurgia recente no quadril, mas ja esta super bem .So acho que nao da pra encarar trilhas e caminhadas pesadas por enquanto.Somos aventureiros dentro das devidas proporcoes.Parece que os passeios sao todos de veiculos especializados…me de um parecer! Obrigada.

  15. Daniel Santiago
    Comentário do dia 11/7/2012 às 19:52

    Oi Adriana, adorei o blog! Parabéns! Estou pensando em ir pro Atacama no final do ano e vou passar o reveillon lá! Minha pergunta é a seguinte: Todos dos tours funcionam normalmente no dia 31 de dez e no dia 1º de jan?? Obrigado!

  16. Comentário do dia 26/7/2012 às 17:03

    Olá Daniel,
    Durante nossa viagem para o Atacama, todos os locais estavam funcionando, mas se vc procura alguma empresa específica vale entrar em contato
    antes da sua viagem.
    Abs.

  17. Comentário do dia 26/7/2012 às 17:26

    Oi Cristiane,

    Todo o deslocamento é feito com veículos, mas em alguns dos tours, como o Valle de La Muerte, será necessário fazer uma caminha
    que vai exigir mais esforço. O restante vc vai poder curtir numa boa e fazer muitas fotos.
    Recomendo a empresa Grado10 para os tours. Aproveitem!!!

    Abs.
    Inquietos

  18. Renato Sousa
    Comentário do dia 23/3/2013 às 23:33

    Olá, nossa muito bom o site
    estou pensando em ir agora em setembro/2013 para Santiago com uma amiga e pelos seus post me interessei em ir para o Atacama. como faço para ver/reservar os passeios com antecedência? Você tem alguma dica/site?

    obrigado

  19. Priscila
    Comentário do dia 27/3/2013 às 16:04

    Renato, os sites que tínhamos disponíveis estão nos posts. Mas já faz um bom tempo que viajamos, pode ser que alguma empresa que não tinha sote antes pode ter criado agora. Acredito que vc consiga contratar tudo com antecedência por email. Boa viagem!

Um Trackback

  1. Por Como chegar ao Atacama? em outubro 31, 2012 às 12:11 pm

    [...] fomos diretos do Brasil para Calama por companhia brasileira. Essas dicas da passagem, descobri no Blog Inquietos. Você mesmo pode fazer as contas e ver a diferença.Geralmente, resgatar milhas também não vale [...]

Comente você também

Seu e-mail ficará em sigilo. Campos obrigatórios estão marcados com *